Blog

Quando é necessário o uso de enxertos ósseos na odontologia?

É comum os pacientes buscarem o tratamento com os implantes dentários e se depararem com uma questão: a necessidade de enxerto ósseo.

Nesse blog você irá entender:

• O que são os enxertos ósseos;

• Quando os enxertos ósseos são necessários;

• Como é feito o enxerto ósseo dentário?

• Existe alternativas aos enxertos ósseos?

O que são os enxertos ósseos?

Em poucas palavras, o enxerto ósseo é um procedimento odontológico em que o profissional irá repor o osso perdido na mandíbula ou maxila do paciente, com o objetivo de obter um substrato adequado para posteriormente ser instalado um implante dentário.

Quando os enxertos ósseos são necessários

Os implantes dentários só podem ser instalados em osso, seja na mandíbula ou na maxila do paciente. Entretanto, quando o paciente perdeu os dentes há muito tempo, ocorre a chamada reabsorção óssea, que é um processo normal e gradativo.

Por causa desse processo, pode acontecer do paciente não apresentar quantidade óssea suficiente para suportar um implante dentário, fazendo-se necessária à sua reposição. 

Assim, qualquer pessoa que tenha perdido um dente, independente de sua idade, pode precisar de um enxerto ósseo antes que seja possível a instalação de um implante dentário.

Como é feito o enxerto ósseo dentário?

Existem diferentes formas de fazer o enxerto ósseo. Após um minucioso exame, o dentista poderá indicar a técnica mais adequada para o seu caso. É levado em consideração o local do enxerto, se é necessário ganho de altura ou espessura óssea, assim como a condição de saúde do paciente.

Os tipos de enxertos ósseos são:

– Enxerto com osso bovino

São usados ossos de bovinos processados para essa finalidade. É seguro, pois há um grande cuidado na pureza desse material, o que garante bons resultados.

– Enxerto com biomateriais

A indústria já desenvolveu substitutos ósseos artificiais, chamados de biomateriais. Eles possuem alta tecnologia que permitem que as células da região possam se proliferar e fazer a formação óssea na região.

– Enxerto com o osso do próprio paciente

Nesse caso, é escolhido um local para a retirado do osso do próprio paciente para ser inserido no local onde houve a perda óssea. Normalmente é retirado do mento (queixo) sem, entretanto, alterar a anatomia da região.

O procedimento é realizado, na grande maioria das vezes, no próprio consultório odontológico sob anestesia local, e o paciente tem um pós-operatório confortável se seguir todas as recomendações do seu dentista.

Existe alternativas aos enxertos ósseos?

Sim. Atualmente existem técnicas seguras e funcionais que são resultados de grandes avanços da Odontologia, como por exemplo o Protocolo All-on-4 e os Implantes Zigomáticos.

O Protocolo All-on-4 é uma técnica onde a prótese dentária é suportada por 4 implantes taticamente posicionados em regiões da boca que naturalmente possui mais osso.

Já o Implante Zigomático é um tipo específico de procedimento em que os parafusos são mais longos e são fixados no osso zigomático.

Ambas as técnicas vieram para solucionar os casos em que pacientes possuem perda óssea severa.

No entanto, a única maneira de saber se você vai precisar de um enxerto ósseo ou não, é através de uma consulta com um de nossos especialistas.

Afinal, independentemente do procedimento a ser adotado, é essencial contar com profissionais experientes para obter o resultado desejado com total segurança.

Não deixe a sua reabilitação oral para depois. Na ABO Sorocaba você encontra profissionais competentes e qualificados para melhorar sua saúde e o seu bem-estar.

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Dr. CARLOS HENRIQUE SILVEIRA VILLELA

Dr. CARLOS HENRIQUE SILVEIRA VILLELA

CRO-SP 49116

Newsletter

Agende uma
Avaliação