Blog

Lesões Benignas x Lesões Malignas na cavidade bucal

cavidade bucal

A cavidade bucal é uma região do corpo humano suscetível a uma variedade de lesões, algumas benignas e outras malignas.

Essas lesões podem surgir por diversos motivos, desde fatores genéticos até hábitos de vida, e compreender suas características distintas é crucial para um diagnóstico preciso e um tratamento adequado.

Por isso, vamos explorar as diferenças entre lesões benignas e malignas na cavidade bucal, discutindo suas causas, características e destacando o papel fundamental do cirurgião-dentista no acompanhamento e manejo dessas condições.

Lesões benignas x Lesões malignas

Inicialmente, é essencial compreender as diferenças entre lesões benignas e lesões malignas para um diagnóstico preciso.

Porém, antes de tudo, é importante saber que a proliferação desordenada de células na cavidade bucal recebe o nome de neoplasia, podendo ser dividida em duas categorias: benigna ou maligna.

No caso das neoplasias benignas, são crescimentos anormais de células que não possuem a capacidade de invadir tecidos circundantes ou se espalhar para outras partes do corpo.

Geralmente, são localizadas e crescem de forma lenta, com a formação frequentemente relacionada a fatores genéticos, hormonais ou lesões crônicas em tecidos específicos.

Em contrapartida, as neoplasias malignas, também conhecidas como câncer, são caracterizadas por células que têm a capacidade de invadir tecidos vizinhos e se espalhar para outras partes do corpo por meio da corrente sanguínea ou do sistema linfático.

Por isso, essa capacidade invasiva e metastática torna os cânceres mais perigosos e potencialmente letais.

Todavia, a formação de câncer está associada a mutações genéticas que ocorrem ao longo do tempo.

Entretanto, essas mutações podem ser causadas por fatores ambientais, exposição a carcinógenos, predisposição genética ou uma combinação desses elementos.

Segundo dados do Instituto Nacional de Câncer (INCA), o câncer é uma das principais causas de morbidade e mortalidade no Brasil. Ainda segundo o INCA, são esperados 704 mil novos casos de câncer no Brasil para cada ano do triênio 2023-2025.

Lesões Benignas na Cavidade Bucal

As lesões benignas são crescimentos não cancerígenos que, em geral, não representam uma ameaça significativa à saúde.

Dentre as lesões benignas mais comuns na cavidade bucal, podemos citar:

Fibroma:

O fibroma é uma lesão de tecido conjuntivo que pode se manifestar como uma massa firme e rosada na cavidade bucal.

Geralmente, é causado por trauma repetido, como mordidas constantes na bochecha ou lábios.

Entretanto, apesar de ser benigno, o fibroma pode ser removido cirurgicamente se causar desconforto ou interferir nas funções normais da boca.

Papiloma:

O papiloma é uma lesão viral causada pelo vírus do papiloma humano (HPV). Essa condição pode se apresentar como pequenas protuberâncias na língua, lábios ou palato.

Porém, o cirurgião-dentista pode optar por remover o papiloma, especialmente se estiver causando irritação.

Mucocele:

A mucocele é uma lesão benigna relacionada às glândulas salivares menores, resultando em uma pequena protuberância cheia de fluido. Ela ocorre quando um ducto salivar é obstruído, causando acumulação de saliva.

Consequentemente, a remoção cirúrgica pode ser necessária se a mucocele for recorrente ou causar desconforto.

Lesões malignas na cavidade Bucal

Diferentemente das lesões benignas, as lesões malignas têm potencial para se tornar cancerígenas, exigindo um cuidado mais urgente e específico.

Alguns exemplos de lesões malignas na cavidade bucal incluem:

Carcinoma de células escamosas:

O carcinoma de células escamosas é o tipo mais comum de câncer oral. Ele geralmente se desenvolve nos lábios, língua, gengivas ou no assoalho da boca.

O tabagismo e o consumo excessivo de álcool são fatores de risco significativos. Por isso, o diagnóstico precoce é crucial para um tratamento eficaz, e o cirurgião-dentista desempenha um papel vital na identificação precoce de sinais suspeitos.

Leucoplasia:

A leucoplasia é uma condição caracterizada por manchas brancas na mucosa bucal que não podem ser facilmente removidas.

Embora nem toda leucoplasia seja cancerígena, algumas formas podem evoluir para o câncer oral.

Sendo assim, o cirurgião-dentista pode realizar biópsias para determinar a natureza da leucoplasia e planejar o tratamento apropriado.

Sarcoma:

Os sarcomas são tumores malignos que se desenvolvem nos tecidos moles da cavidade bucal, como músculos ou vasos sanguíneos.

Porém, apesar de serem menos comuns que os carcinomas, os sarcomas podem ser agressivos e requerem abordagens terapêuticas específicas, muitas vezes envolvendo cirurgia e tratamento adjuvante.

O papel do cirurgião-dentista

O cirurgião-dentista desempenha um papel crucial na detecção, diagnóstico e tratamento de lesões na cavidade bucal.

Assim, exames de rotina, como a inspeção visual da boca e a palpação de áreas suspeitas, são parte integrante da prática odontológica.

Além disso, o profissional pode solicitar exames complementares, como biópsias, para confirmar a natureza das lesões.

Entretanto, no caso de lesões benignas, o cirurgião-dentista pode optar por monitorar a condição, realizar procedimentos minimamente invasivos ou, em alguns casos, recomendar a remoção da lesão para fins estéticos ou de conforto do paciente.

Contudo, no contexto de lesões malignas, a intervenção precoce é essencial. O cirurgião-dentista pode encaminhar o paciente a especialistas, como oncologistas bucais, para tratamento especializado.

Além do mais, o profissional desempenha um papel fundamental no suporte emocional do paciente, fornecendo informações claras e promovendo a importância da detecção precoce e do tratamento adequado.

Aqui na ABO Sorocaba, você encontra profissionais nas mais diversas especialidades odontológicas e prontos para te atender com o cuidado e a segurança que você merece.

Portanto, venha realizar a sua primeira consulta. A conscientização sobre os fatores de risco e a prática de hábitos saudáveis são fundamentais na prevenção e no diagnóstico precoce dessas condições, garantindo uma saúde bucal integral e oportuna.

cavidade bucal

Facebook
Twitter
LinkedIn
WhatsApp
Dr. CARLOS HENRIQUE SILVEIRA VILLELA

Dr. CARLOS HENRIQUE SILVEIRA VILLELA

CRO-SP 49116

Agende uma
Avaliação