Blog

Qual a importância da extração dos dentes do siso?​

Importancia da extração dos dentes do siso

A importância da extração dos dentes do siso

Os dentes do siso, também chamados popularmente de “dentes do juízo”, representam dor de cabeça e preocupação para muitas pessoas. Eles são os últimos dentes a aparecerem na cavidade bucal e podem causar prejuízos para a saúde se não forem acompanhados por um profissional. 

Entenda nesse blog o porque é muito comum os dentistas indicarem a sua extração.

Quais são os dentes do siso? 

Os dentes do siso nada mais são do que molares, ou seja, os dentes do fundo. O ser humano possui três molares de cada lado, tanto no arco superior quanto no arco inferior. Portanto, os terceiros molares são os últimos dentes da arcada.

Por que os dentes do siso precisam ser extraídos? 

O seu dentista deverá avaliar a sua situação para poder indicar o procedimento, já que nem todos os dentes do siso precisam ser removidos. Entretanto, ele é um dente com altas chances de necessidade para ser extraído, devido aos motivos que iremos abordar a seguir.

É muito comum o dente do siso não ter espaço para nascer. Ele pode ficar impactado, ou seja, não aparecer na cavidade oral, embora esteja dentro do osso. Também pode ocorrer dele ficar semi-incluso, quando parte do dente fica exposta na cavidade oral e a outra parte fica dentro da gengiva, não completando a sua erupção. Essa situação já é um fator de indicação de extração, pois a higienização é prejudicada. 

E por fim, temos a condição em que o dente erupciona normalmente, nesses casos, o profissional irá avaliar a facilidade de higienização. Como os terceiros molares ficam em um local de difícil acesso, a taxa de cáries neles é muito grande. 

Assim, já prevendo que esse dente poderá trazer problemas futuros, a sua extração pode ser indicada. Além disso, pela anatomia da região, é comum ter inflamações frequentes na pele ao redor do dente pela dificuldade de higienização – é a chamada pericoronarite. O paciente sente dor de intensidade moderada a intensa, prejudicando a sua alimentação, sendo necessário a administração de analgésicos até passar a fase aguda. 

Outro ponto que contribui bastante para a sua indicação de extração é que ele pode apresentar uma anatomia muito diferente dos demais molares. Muitas vezes não é indicado realizar tratamentos nesse dente, como o tratamento de canal, inviabilizando a sua manutenção na cavidade bucal. 

Também existe a indicação ortodôntica, ou seja, quando o paciente está em tratamento com aparelhos e o seu ortodontista vê a necessidade de extração para a obtenção de mais espaço na acomodação dos demais dentes. 

Mas calma, mesmo sendo necessária sua extração, você não terá nenhum prejuízo para a sua mastigação ou estética. Ao longo dos milhões de anos de evolução e com a descoberta do fogo e técnicas de cozimento dos alimentos, a nossa comida se tornou mais fácil de ser mastigada. Por isso, é bem provável que você nunca irá sentir a falta dele. 

Se eu não extrair o dente do siso, mesmo tendo a indicação, o que pode acontecer? 

Caso você opte por não extrair o dente do siso, mesmo com a indicação do seu dentista, pode haver alguns prejuízos para a sua saúde. Além de correr o risco de ter dor de dente e focos de infecção na boca, o dente do siso pode prejudicar o segundo molar, dente que está na sua frente. 

Assim, há casos em que o paciente não realiza o tratamento no tempo adequado e acaba tendo reabsorções ou cáries profundas no segundo molar, levando a necessidade de sua extração. Ao contrário do que ocorre com o dente do siso, a perda do segundo molar interfere sim na mastigação e pode desequilibrar a oclusão. 

Como é o procedimento de extração e o pós-operatório da cirurgia? 

Muitos pacientes acabam adiando a extração por medo do procedimento. Entretanto, com as técnicas modernas, a extração pode ser realizada no consultório odontológico com o conforto para o paciente. Também pode-se optar por remover os dentes da arcada superior e inferior de um mesmo lado na seção. 

O pós-operatório demandará repouso e irá depender da complexidade do procedimento, entretanto, o desconforto é bem administrado com o uso de analgésicos e outras recomendações que o seu dentista irá passar. 

Caso você ainda tenha o dente do siso, não deixe de acompanhá-lo com um dentista para evitar sofrer dores e desconforto. E se caso você precisar fazer uma extração, conte com o nosso time de profissionais para realizar o seu tratamento de forma segura. 

Quero fazer a avaliação dos dentes do siso

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Dr. CARLOS HENRIQUE SILVEIRA VILLELA

Dr. CARLOS HENRIQUE SILVEIRA VILLELA

CRO-SP 49116

Newsletter

Agende uma
Avaliação