Blog

Alimentação e saúde bucal: você conhece os inimigos ocultos dos dentes?​

Sempre soubemos que o consumo excessivo de doces, refrigerantes, produtos alimentícios açucarados e bebidas alcoólicas faz mal para a saúde oral e geral. Com isso, alguns podem ter a ideia de que os demais alimentos são inofensivos aos dentes, o que não costuma acontecer. Cabe enfatizar a importância de uma alimentação equilibrada para manutenção de um corpo saudável, de modo que não indicamos a exclusão dos alimentos citados a seguir, devido ao potencial nutricional da maioria deles. Siga com a gente e entenda melhor esse assunto.​

​Um verdadeiro banquete para as bactérias​

​O foco nos danos causados pelo açúcar e na necessidade de higienizar corretamente a boca após seu consumo desvia a atenção dos cuidados que precisam ser tomados com outros vilões que colocamos na mesa. Um deles é o carboidrato. Quando consumidos demasiadamente, as massas, os pães, o arroz e os tubérculos também têm impacto negativo.​

​Se ficam restos deles na cavidade oral, há adesão destes nos dentes, aumento da acidez e posterior transformação em açúcar, tornando o ambiente propício para o aparecimento de cáries. Por esse motivo, é sempre importante manter uma higienização correta logo na sequência das refeições ricas em carboidrato.​

De olho na acidez​

​Todo mundo sabe que frutas são essenciais para o nosso organismo, e as com maior quantidade de vitamina C agem no fortalecimento do sistema imunológico. No entanto, é preciso reforçar a higiene depois de comê-las visto que a erosão ácida do esmalte dental é um risco nos casos nos quais isso não ocorre, e esse processo desgasta e fragiliza muito a dentição. Alimentos com muito vinagre estão inclusos nessa lista, e equilíbrio na ingestão também é uma palavra-chave.​

Sinal de alerta para dentes amarelados ou escurecidos​

​Alguns alimentos possuem corantes naturais que impregnam na superfície do dente e podem alterar a coloração deste. O molho de tomate, mesmo se produzido com a fruta, e os vinhos são sinônimo de alta pigmentação somada a uma grande acidez. O café, os chás e o açaí também entram no grupo dos pigmentados, e a adição de açúcar de mesa é um agravante no caso deles.​

​Anfitriãs nas festas de fim de ano e um convite perfeito para a cárie​

​As frutas secas são desidratadas e têm o açúcar e as fibras insolúveis como conservantes, e essa baixa quantia de água evidencia os açúcares, favorecendo o desenvolvimento de cáries. Além disso, esse tipo de fruta costuma grudar na superfície dental, o que facilita ainda mais esse processo. Então, todo cuidado com a higienização é pouco.   ​

​Risco de quebras e esconderijos​

​Por fim, as oleaginosas e o milho de pipoca, que são ótimas fontes de fibras, apresentam um risco para a boca. Os pequenos pedaços que se escondem entre os dentes propiciam a proliferação de bactérias nocivas e ambos podem causar quebras ou fissuras.  ​

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Dr. CARLOS HENRIQUE SILVEIRA VILLELA

Dr. CARLOS HENRIQUE SILVEIRA VILLELA

CRO-SP 49116

Newsletter

Agende uma
Avaliação